LiveZilla Live Help

Dicas & Truques nº 32 – Programa para visualização de fotos

Tenho usado há um bom tempo um programa de visualização de fotos, que além disso me permite redimensionar imagens, cortar partes não desejadas, reduzir o tamanho do arquivo para envio pela internet, converter formatos de arquivo e outras coisinhas interessantes.

É um programa pequeno, rápido, direto e gratuito. Trata-se do IRFANVIEW, que saiu na revista Info deste mês como um dos programas “indispensáveis” (http://info.abril.com.br/download/800.shtml).

Além das funções já citadas, ele permite redimensionar e trocar nomes de arquivos em lote. Como exemplo, se você acabou de descarregar de sua máquina digital aquelas poucas centenas de fotos numeradas como DSC1345 a DSC1522 (o que não significa nada para você), você não precisa ir de arquivo em arquivo para trocar o nome para aniversario_paulo_999, onde o 999 é a numeração deste evento que você fotografou. Com o programa, você marca as imagens desejadas e diz o padrão para o novo nome, que ele troca para você muito rápido, substituindo ou criando novos com o nome escolhido.

Da mesma forma, converter arquivos de 2 Mb (saídos da máquina digital) em pequenos arquivos de uns 80 Kb para envio por e-mail, também em lote, é de incrível utilidade. Quem já tentou enviar 3 ou 4 fotos por email e passou horas para enviar sabe o que é isso.

Embora a revista cite que ele já tem uma versão em português, não consegui encontrá-la no endereço citado acima. É uma pena, pois ela facilitaria a vida de quem conhece pouco a língua inglesa.

Um fato curioso que eu desconhecia é que este programa foi feito por um bósnio, o Irfan Skiljan. O que é a globalização!

Retificação (12/07/2006):
O Dr. Jorge, meu médico homeopata, me alertou que no site do fabricante do IRFANVIEW existem várias liínguas disponíveis para o produto e, entre elas, uma que faz o programa trabalhar em português. Quem quiser esta facilidade, visite o site (www.irfanview.com) e baixe o arquivo correspondente.

Agradeço a informação recebida e me desculpo pela falha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *